No meu tempo, ou no Tempo de Deus?

enviado originalmente em 21/03/2017 para os seguidores cadastrados em nossa newsletter.
para receber nossos artigos em primeira mão, clique aqui .


Olá, aqui é o Anderson!
Espero que esta o encontre novamente na graça redentora e na paz reconfortante de NSJC.

Você está com pressa? Opa, então feche esta mensagem agora e retorne – ainda hoje – assim que as coisas estiverem mais tranquilas.  Separe 10 minutinhos do seu tempo para ter um momento à sós com Deus pois trataremos hoje justamente desse recurso que vale mais do que dinheiro: o TEMPO.


 

Tudo tem seu tempo

 

Talvez você esteja abrindo essa reflexão de hoje um pouco angustiado, pois temos investido um tempo precioso com você aqui neste espaço falando de valores e fundamentos bíblicos para se alcançar a felicidade na área financeira, segundo as orientações de Deus, mas pode ser que você esteja necessitando de uma resposta urgente à questões (sim, já vou colocar no plural) pelas quais você já tem orado faz algum tempo.

Quando fazemos um pedido a Deus, imediatamente logo após o “Amém” ficamos na dúvida sobre o qual será o tempo de resposta de Deus à oração que acabamos de fazer. Geralmente saímos da sua presença com a sensação de que o tempo dÊle não “casará” com o nosso, e que prazos e oportunidades poderão ser perdidos.

Sim. O tempo de Deus é diferente do nosso. Seus caminhos não são os nossos. Vivemos segundo o tempo terreno, enquanto Deus gerencia o universo sob a perspectiva eterna. Viver aqui num mundo cujo tempo é cronometrado e esperar pelo tempo de Deus é difícil.

Quando necessário, Deus age com urgência. Sim! Eu poderia lhes relatar diversas experiências que já vivi, ou testemunhei, de respostas vindas à orações em fração de segundos. Mas em boa parte do tempo Êle está coordendando todas as circunstâncias envolvidas na realização do nosso pedido. E isso vai muito além do que estamos vendo ou sentindo.

Um bom exemplo que costumo dar é o de crianças que estão sob a promessa dos pais em que, “se amanhã fizer tempo bom” irão ao parque.  Tão logo ouvem uma promessa desse tipo os pequenos põem-se a orar, desenhar um sol no chão do quintal (quem nunca? rs) e até mesmo a fazer promessas para que amanhã tenham um belo dia de sol no parque entre si e com sua família, já que os últimos dias têm sido nublados.  Tudo o que elas vêem é essa necessidade simples: tempo bom amanhã!  Só que do outro lado da cidade, imagine que um pequeno agricultor está orando a Deus pedindo chuva, pois apesar de os últimos dias terem sido amenos, não tem caído nenhuma gota do céu. E se isso durar mais 24 horas, ele poderá perder toda a sua pequena plantação, que é o único meio de sustento de sua família…

O que você faria, como Deus, nessa situação? Mandaria chuva para o agricultor? Creio que sim. Agora pense na frustração daquelas crianças amanhã. Como mostrar a elas que você continua as amando, e que em breve poderá lhes atender seu pedido – mas não hoje?

Imagine agora a complexidade que Deus tem em lidar com 7 bilhões de necessidades diárias…

Ainda que oremos com fé, temos de lembrar que o resultado e o tempo estão nas mãos dÊle, entender e sermos gratos por isso. Ao final desta leitura leia o capítulo 3 inteiro de Eclesiastes. Ele elenca que há tempo para cada coisa debaixo do céu. Portanto, se você orou por uma bênção e ainda não a obteve, não se culpe nem tenha raiva de Deus. Ele às vezes permite que passemos um pouco de tempo mais para sermos abençoados para obter nossa atenção, a fim de poder conversar conosco. Então, continue a orar e não perca a esperança.

Vamos orar por isso? Leia estas frases inicialmente, e depois prossiga com suas próprias colocações diante do altar do Senhor:

 

“Querido Deus, sei que eu quero todas as respostas às minhas orações neste exato momento, mas Tu queres que eu seja paciente e que espere em Ti. Entrego a Ti as minhas preocupações e deixo o resultado nas Tuas mãos. Ajuda-me a descansar ciente de que o Teu tempo é perfeito e justo. Em nome de Jesus, amém!”

 

O tempo do Senhor é perfeito. Quando nos rendemos à sua autoridade, seu senhorio, sua paternidade, nos sentimos livres. Ainda que você possa não entender exatamente o que Deus está fazendo, pode confiar:  Ele está agindo!

Contem sempre comigo! Estarei sempre por aqui.
Forte abraço! Fiquem na Paz!

Anderson de Alcantara

 

videiraef.com.br
facebook.com/videiraef